quarta-feira, 12 de junho de 2013

Manjericos

Nesta noite da festa da sardinha
Santo António, Santo Antoninho
Espero que ninguem se aproveite da minha embriaguez
Para me acertar no rabinho

Desejo no entanto
Para esta noite do Casamenteiro
Encontrar por essa noite fora
Muito paneleiro

Santo António do meu coração
Aceito sardinhas, vinho e manjerico
E se me presenteares com uma carinha laroca
Sou até capaz de aceitar um bom bico

E no final da noite já bebido
E já caído num qualquer poleiro
Talvez até nem será má ideia
Que algum gostoso me acerte no cagueiro!

6 comentários:

Ana disse...

Ah poeta!

Ricardo disse...

Esta logo passa nas margens? Se passar eu vejo...

Onyx Lily disse...

Andas confuso! Preferes a primeira quadra ou a quarta??

XL disse...

O verdadeiro Poeta Popular!

divagacoesaoluar disse...

Temos poeta!

Joana Mesquita disse...

schnoof deixa a tua opinião sobre a greve dos professores, etc :D